YOUCAT Daily

Tue, August 3, 2021

Mt 14, 22-36

Depois que a multidão comera até saciar-se, Jesus mandou que os discípulos entrassem na barca e seguissem, à sua frente, para o outro lado do mar, enquanto ele despediria as multidões. Depois de despedi-las, Jesus subiu ao monte para orar a sós. A noite chegou, e Jesus continuava ali, sozinho. A barca, porém, já longe da terra, era agitada pelas ondas, pois o vento era contrário.

Pelas três horas da manhã, Jesus veio até os discípulos, andando sobre o mar. Quando os discípulos o avistaram andando sobre o mar, ficaram apavorados e disseram: “É um fantasma". E gritaram de medo.

Jesus, porém, logo lhes disse: —“Coragem! Sou eu. Não tenhais medo!" Então Pedro lhe disse: —“Senhor, se és tu, manda-me ir ao teu encontro, caminhando sobre a água". —E Jesus respondeu: “Vem!" Pedro desceu da barca e começou a andar sobre a água, em direção a Jesus. Mas, quando sentiu o vento, ficou com medo e começando a afundar, gritou: —“Senhor, salva-me!" Jesus logo estendeu a mão, segurou Pedro e lhe disse: —“Homem fraco na fé, por que duvidaste?" Assim que subiram na barca o vento se acalmou. Os que estavam na barca prostraram-se diante dele, dizendo: —“Verdadeiramente, tu és o Filho de Deus!" Após a travessia, desembarcaram em Genesaré. Os habitantes daquele lugar reconheceram Jesus e espalharam a notícia por toda a região. Então levaram a ele todos os doentes; e pediam que pudessem ao menos tocar a barra de sua veste. E todos os que a tocaram ficaram curados.

266

Por que a sustentabilidade precisa de “subsidiariedade"?

Sem o princípio de subsidiariedade faltaria à sustentabilidade a sua peça fundamental de organização: o que a organização mais pequena pode fazer, seja permitido que faça. Isso não deve ser regulamentado nem organizado a partir de cima. A ecologia será mal usada se se exigir mais Estado, mais regulamentação ou mais centralização, em vez de se promover estruturas de liberdade e de adaptação aos respectivos habitats socioculturais e naturais.
Inspiração
Estou convencido de que na vida de cada cristão há um tempo em que Deus nos convida a fazer algo extraordinário com ele, algo que sem ele seria inatingível. Mas cabe a nós decidir se isso vai acontecer ou não. Só há um passo a dar: se você quiser andar sobre as águas, primeiro deve sair do barco.
Christoph Kreitz

Even better Daily experience

Dive deeper into faith with our native mobile app.