A Igreja Maronita em missão no Oriente Médio

Sister Micheline Mansour
20 de agosto de 2021

Quem são os cristãos do Oriente Médio?

Existem sete igrejas, cada uma com uma longa e extensa história, tradições litúrgicas e culturas únicas, que constituem a Igreja Católica no Oriente Médio. Cada uma dessas igrejas está em plena comunhão com Roma, mas seis delas, da tradição oriental, são sui juris, ou seja, autônomas, e têm seus próprios patriarcas.

O perfil da catequese dos jovens no Oriente Médio

A Igreja Católica atribui imensa importância e destaque ao tra-balho dos jovens, pois eles constituem uma estrutura vital para a missão e a nova evangelização. Com base nas recomendações do Sínodo Patriarcal Maronita, o Escritório do Ministério da Ju-ventude pretende dar atenção especial ao ministério da juven-tude maronita libanesa, localizada na zona patriarcal e nos países da diáspora.

O que é a Igreja Maronita?

A Igreja Maronita tem suas origens em uma comunidade forma-da em torno de São Maron, um monge do século IV que levava uma vida ascética. Os maronitas foram fervorosos apoiadores dos decretos do Conselho de Calcedônia, e por isso receberam reconhecimento papal em 518 DC. Há uma forte tradição entre os maronitas de que sua Igreja nunca se separou da Santa Sé desde sua fundação no século IV. O Patriarca de Antioquia dos Maronitas reside em Bkerke, Líbano. A Igreja Católica Maronita tem uma forte presença no Líbano, com comunidades menores na Síria, Jordânia, Chipre e na Terra Santa. Entretanto, pouco mais da metade de seus membros emigraram do Oriente Médio para países como Argentina, Brasil, Austrália, França, México, Canadá e Estados Unidos.

O perfil da catequese no mundo árabe

Após a primavera árabe, nosso amado Oriente se tornou um in-verno cheio de guerra, violência e migração diante do projeto de despojar o Oriente de seus cristãos. É por isso que a Igreja apóia os jovens de várias maneiras, ajudando-os a se enraiza-rem na fé e a se apegarem mais à sua terra e à sua identidade cristã neste Oriente, berço do cristianismo e berço da civili-zação do amor. Ela o faz precisamente através dos livros YOU-CAT e DOCAT, que alimentam, de forma simples e prática, a fé dos jovens do Oriente e lhes dão uma ferramenta para dar tes-temunho de Cristo em meio à loucura do ódio e das guerras no Líbano, Iraque, Síria, Palestina, Egito e Jordânia...

É por isso que enviamos o livro YOUCAT ao Sudão através dos catecúmenos, assim como ao Qatar e aos Emirados Árabes Uni-dos (EAU). A Fundação YOUCAT ARABIC também enviará 3000 exemplares do livro DOCAT ao Egito, por ocasião da visita do Papa Francisco. Além disso, a aplicação DOCAT foi lançada no Líbano, durante o dia de oração com o grupo de jovens Jesus Ma Joie em 21 de maio de 2017, com a presença de 8.000 jovens. Posteriormente, o livro DOCAT foi introduzido na educação nas escolas católicas, com a aprovação dos diretores dessas esco-las no Líbano.

Em resumo: não podemos ignorar a situação atual no Líbano e o enorme sofrimento que desespera nossa juventude e sufoca o povo. Durante a crise econômica que devastou o país dos ce-dros e após a gigantesca explosão no porto de Beirute em 4 de agosto de 2020 que arrancou o coração da capital, a Igreja desempenha um papel de apoio às famílias empobrecidas, aos jovens desesperados, ao povo dilacerado. Nós, como mis-sionários, trabalhamos para fortalecer a fé e encorajar o povo a superar esta crise e nos agarrarmos cada vez mais à terra dos Santos Charbel, Rafka, Hardini e outros.

Não há dúvida de que a nova evangelização nos obriga a utili-zar novas tecnologias em todas as circunstâncias. Portanto, pe-dimos ao Senhor que nos envie seu Espírito para nos dar criati-vidade e coragem para divulgar o Evangelho e para sermos verdadeiras testemunhas de Jesus Cristo vitorioso. ∎